Uma visão dos nossos históricos anos sessenta e um pouco antes
Voltar  para  Página Inicial Ir  para  "Lendas e histórias"
Aguinaldo de Goes Aldo Costa Alfredo Santilli Amauri Mesquita Antonio Carlos
Aguiar
Arlindo Aguiar Aroldo Louzada Bica Votnamis
Bird Clemente Bob Sharp Breno Fornari Caetano Damiani Camillo Christofaro Celso Lara Barberis Christian Bino Heins Ciro Cayres
Domingos Papaleo Eduardo Celidonio Emerson Fittipaldi Emilio Zambello Ênio Garcia Eugênio Martins Francisco Lameirão Fritz D'Orey
Graziela Fernandes Jan Balder Jayme Pistili Jayme Silva Jorge Lettry José Tôco Martins Luiz Americo
Margarido
Luiz Carlos Valente
Luiz Pereira Bueno Luiz Valente Marinho Miguel Crispim Nelson Brizzi Nicola Papaleo Nilo de Barros
Vinhaes
Norman Casari
Orlando Menegaz Paschoal
Nastromagario
Pedro Carneiro
Pereira
Piero Gancia Raphael Gargiulo Ricardo Rodrigues
de Moraes
Roberto Gallucci Roberto Gomez
Salvador Cianciaruso Toni Bianco Toninho Martins Victor Losacco Victorio Azzalin Vitório Andreatta Waldemar Santilli Zoroastro Avon
Pioneiros:
Benedicto Lopes Chico Landi Chico Marques Gino Bianco Hermano da Silva Ramos Irineu Correa Manuel de Teffé Nascimento Junior
Norberto Jung Villafranca            

Página acrescentada em 25 de março de 2005.
 
José Fernando Lopes Martins
(Tôco)
por Paulo Roberto Peralta

"Tôco" e Peralta/2005

Nasceu em São Paulo: 19 de agosto de 1940, no bairro da Pompéia, foi batizado como José Fernando, mas ganhou ainda pequeno o apelido de Tôco de seu avô, e assim ficou conhecido até hoje. Começou a trabalhar cedo, com 13 anos, e por opção numa oficina mecânica como ajudante-aprendiz, pois gostava muito de mecânica e pretendia fazer carreira, por isso seu pai o matriculou no curso de mecânica do SENAI, e assim teve início uma vitoriosa carreira.
Em 1957 trabalhava na Sonnervig (revenda Ford) e as carreteiras gaúchas que vieram disputar as I Mil Milhas ficaram guardadas lá (as que usavam motor Ford) e aquele garoto de 17 anos começou a tomar gosto pelo automobilismo. Foi progredindo na profissão e em 1961, com 21 anos, morando no bairro do Sumaré, começou a trabalhar na Simca do Brasil, inicialmente no banco de provas de motores e em 1962 foi transferido para o Departamento de competições, para trabalhar com Ciro Cayres, Jayme Silva e outros. Logo em seguida, em 1963, casou-se e desse casamento tem um casal de filhos. Sua esposa faleceu em 2010.

Interlagos/SP/1962

Com sua experiência e conhecimento em mecânica colaborou, e muito, no desenvolvimento dos carros de corrida da Simca. (sobre isso leia sua entrevista ao site "Simca"). Entre na página "Eles fizeram a Simca do Brasil".

Nas pistas seu desempenho também era muito bom, teve várias vitórias correndo em duplas ou sozinho. (veja abaixo). 

500 Km de Interlagos/SP/64

Quando da chegada dos carros Simca Abarth (2.000cc. e cambio de 6 e 4 marchas) ao Brasil, foi sua a vitória desse carro no VII 500 Km de Interlagos/SP em 1964. Corria sozinho, mas o carro de Ciro Cayres quebrou, e como o regulamento permitia, Ciro passou a dividir a Abarth n° 62 de Tôco que já vinha na liderança, mas na penúltima volta parou no box e devolveu o carro para que Tôco cruzasse a linha de chegada pilotando.

12 Horas de Interlagos/SP/1965 

Quando em 1965 a Simca lançou o problemático protótipo "Tempestade" ele ficou sob responsabilidade de Ciro, Tôco não teve oportunidade, e nem vontade, de pilotar esse carro.
Tôco ficou na  Simca até a marca ser
 comprada em 1966 pela Chrysler, e fechar o Departamento de Competições, a partir daí montou uma oficina mecânica em sociedade com Jayme Silva na movimentada Av. Faria Lima em São Paulo, onde além dos serviços normais para clientes normais, atendiam também carros de competição de outros corredores. Nesse período parou de correr, jejum esse que durou 6 anos. Voltou às pistas em 1973, fez diversas corridas com bons resultados, inclusive vitórias, e parou definitivamente em 1976. Desde 1972 mora no bairro de Pinheiros, mesmo bairro onde tem uma oficina em sociedade com seu filho, na Rua Fradique Coutinho, 220.
 

 
                        Carretera Simca - 1000 Quilômetros de Interlagos/SP/64 Dodge Charger - 25 Horas de Interlagos/SP/73









P
rincipais participações em provas
(com a colaboração de Napoleão Ribeiro)

19/08/1962 - I Circuito de Araraquara/SP - Grupo I - Simca Chambord n° 47 - 2432cc. - Abandono.
Pelo número de voltas 23º Lugar
30/09/1962 - I 6 Horas da Guanabara - Barra da Tijuca/RJ - Com Ciro Cayres - Simca Chambord n° 44 - 2432cc. - 2º Lugar
08/12/1962 - I 500 Milhas de Interlagos/SP - Com Ciro Cayres/Jayme Silva/Danilo Lemos - Simca Chambord n° 26 - 2432cc. -
3º na geral e 1º na Cat. T+2.0
Nesta corrida o time revesou-se ao volante de dois carros.
08/12/1962 - I 500 Milhas de Interlagos/SP - Com Ciro Cayres/Jayme Silva/Danilo Lemos - Simca Chambord n° 44 - 2432cc. - Abandono
23/12/1962 - I 500 Milhas de Porto Alegre/RS - Circuito da Cavalhada - Com Jayme Silva - Simca Chambord n° 26 - 2432cc. -
 2° Lugar
10/03/1963 - II 12 Horas de Interlagos/SP - Com Ciro Cayres/Jayme Silva/Danilo Lemos - Simca Rallye n° 26 - 2432cc. - 4º na geral e 3º na Cat. T+1.3
Nesta corrida o time revezou-se, novamente, ao volante de dois carros.
10/03/1963 - II 12 Horas de Interlagos/SP - Com Ciro Cayres/Jayme Silva/Danilo Lemos - Simca Rallye n° 44 - 2432cc.- Abandono
10/11/1963 - I 1500 Quilômetros de Interlagos/SP - Com Jayme Silva - Simca Rallye n° 26 - 2432cc. - Abandono
24/11/1963 - I 1600 Quilômetros de Interlagos/SP - Com Ubaldo Cesar Lolli - Simca Rallye n° 44 - 2432cc. - TFL - 3º Lugar
15/08/1964 - 1000 Quilômetros de Interlagos/SP - Com Jayme Silva - Carretera Simca n° 26 - 2.432 - 5º na geral e 4º na Cat. TFL
07/09/1964 - VII 500 Quilômetros de Interlagos/SP - Com Ciro Cayres - Simca Abarth 1946cc. n° 62 -
1° Lugar
Ciro teve seu carro quebrado e passou a dividir o carro com Tôco.
29/11/1964 - I 6 Horas de Brasília DF - Trampolim do Eixo - Com Jayme Silva - Simca Abarth n° 26 - 1946cc. - 2º na geral e 1º na Cat. T+1.3
Nesta corrida revezou-se ao volante de dois carros. E classificou os dois.
29/11/1964 - I 6 Horas de Brasília DF - Trampolim do Eixo - Com Marivaldo Fernandes - Simca Abarth n° 44 - 1946cc. - 3º na geral e 2º na Cat. T+1.3
27/03/1965 - II 1600 Quilômetros de Interlagos/SP - Com Ubaldo Cesar Lolli - Simca Rallye n° 44 - 2432cc - 16º na geral e 6º na Cat. TFL
26/04/1965 - III 12 Horas de Brasília/DF - Trampolim do Eixo - Com Jayme Silva - Simca Abarth - 1946cc. -
1° Lugar
16/05/1965 - II 500 Quilômetros da Guanabara/RJ - Barra da Tijuca - Com Jayme Silva - Simca Abarth - 1946cc. - 2° Lugar na geral e 1° na Cat. T+1.3
23/05/1965 - III 12 Horas de Interlagos/SP - Com Jayme Silva - Simca Abarth 1946cc. n° 26 -
1° Lugar
20/06/1965 - II 6 Horas de Interlagos/SP - Com Pedro Jahu - Simca Tufão n° 66 - 2432cc. - 18º na geral e 6º na Cat. T+1.3
08/08/1965 - I Circuito de Vitória/ES - Simca Tufão n° 82 - 2432cc. - 9º na geral 3º na Cat. T+1.3
15/08/1965 - I G.P. Rodovia do Café - Curitiba/Apucarana/Curitiba - PR - Simca Rallye n° 81 - 2432cc. - 5° na geral e 2° na Cat. TFL
19/09/1965 - G.P. IV Centenário do Rio de Janeiro/RJ - Protótipo Abarth/Simca n° 83 -
Abandono, volta 12
Esse era um protótipo Abarth com motor Simca V8 nacional e cambio VW
11/12/1965 - II 6 Horas de Curitiba/PR - Com Anísio Campos - Simca Tufão n° 64 - 2432cc. - 3° +na geral e 1° na Cat. T+1.3
19 e 20/10/1966 - X GP Argentino de Turismo Melhorado - Pilar - Pergamino - ARG - Simca Emi Sul - 2432cc. - Abandono
27/11/1966 - VIII Mil Milhas Brasileiras - Interlagos/SP - Com Jayme Silva - Carretera Simca n° 26 - 6° na geral e 2° na Cat. TFL
18/12/1966 - II GP Rodovia do Café - PR Curitiba/Londrina/Curitiba - Simca Emi Sul n° 62 - 2432cc. -
6º na geral e 4º na Cat. TFL
10/09/1967 - X 500 Quilômetros de Interlagos/SP - Com Aylton Varanda - Aranae F-Vê n° 62 - 1192cc. - Abandono por acidente
25/08/1973 - I 25 Horas de Interlagos/SP - Com Jayme Silva/Roberto Dal Pont - Dodge Charger n° 1 - 5212cc. -
Abandono por quebra
09/09/1973 - XIV 500 Quilômetros de Interlagos/SP - Com Koji - Dodge Charger n° 5 - 5.212cc. - 20º na geral e 11º na Cat. T+3.0
25/05/1974 - II 25 Horas de Interlagos/SP - Com Bruno Rubinato/Júlio Barbero - Ford Maverick n° 11 - 4950cc. -
32º na geral e 8º na Cat. T+3.0
18/05/1975 - 6 Horas de Interlagos/SP - Camp. Brasileiro D-1 - Com Jayme Silva - Ford Maverick n° 35 - 4950cc. - 6º Lugar
20/07/1975 - Prova da Amizade Turismo D-1 - Interlagos/SP - Com Jayme Silva - Ford Maverick n° 26 - 4950cc. - 1º Lugar
28/09/1975 -
IV 500 Quilômetros de Brasília/DF - 4ª Etapa do Brasileiro de D-1 - Com Jayme Silva - Ford Maverick n° 21 - 4950cc. - 14° Lugar
13/12/1975 - 25 Horas de Interlagos/SP - Com Walter Barchi e Jayme Silva - Ford Maverick n° 10 - 4950cc. - 3° Lugar
04/07/1976 - 6 Horas de Interlagos/SP - Com Marinho Amaral - Ford Maverick n° 20 - 4950cc. - 3° Lugar


VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA
ou
VOLTAR À PÁGINA INICIAL