Uma visão dos nossos históricos anos sessenta e um pouco antes

Voltar  para  Página Inicial

Ir  para  "Lendas e histórias"

Aguinaldo de Goes Aldo Costa Alfredo Santilli Amauri Mesquita Antonio Carlos
Aguiar
Arlindo Aguiar Aroldo Louzada Bica Votnamis
Bird Clemente Bob Sharp Breno Fornari Caetano Damiani Camillo Christofaro Celso Lara Barberis Christian Bino Heins Ciro Cayres
Domingos Papaleo Eduardo Celidonio Emerson Fittipaldi Emilio Zambello Ênio Garcia Eugênio Martins Francisco Lameirão Fritz D'Orey
Graziela Fernandes Jan Balder Jayme Pistili Jayme Silva Jorge Lettry José Tôco Martins Luiz Americo
Margarido
Luiz Carlos Valente
Luiz Pereira Bueno Luiz Valente Marinho Miguel Crispim Nelson Brizzi Nicola Papaleo Nilo de Barros
Vinhaes
Norman Casari
Orlando Menegaz Paschoal
Nastromagario
Pedro Carneiro
Pereira
Piero Gancia Raphael Gargiulo Ricardo Rodrigues
de Moraes
Roberto Gallucci Roberto Gomez
Salvador Cianciaruso Toni Bianco Toninho Martins Victor Losacco Victorio Azzalin Vitório Andreatta Waldemar Santilli Zoroastro Avon
Pioneiros:
Benedicto Lopes Chico Landi Chico Marques Gino Bianco Hermano da Silva Ramos Irineu Correa Manuel de Teffé Nascimento Junior
Norberto Jung Villafranca            

Página acrescentada em 19 de março de 2005.
 
Eugênio Martins
por Paulo Roberto Peralta

500Km - 1957

Nota: Comecei a freqüentar Interlagos em setembro de 1963 e nunca o vi correr, sua última prova havia sido uns meses antes. Anos depois, (entre 09/1970 e 02/1973) trabalhei como desenhista na construtora Regional São Paulo em que Eugênio era sócio, além de outros, de seu irmão Tito Livio, a convite do meu professor de desenho no curso técnico. Mas na empresa ele era o “Dr. Eugênio de Andrade Martins”, engenheiro civil, diretor, jamais falava de automobilismo, pelo menos com os funcionários. Eu, em véspera de casamento, tinha minha cabeça centrada em outros assuntos, nunca "caiu a ficha" que ele era o "Gêninho" das pistas. Isso, até o dia, já depois de quase dois anos, que ao voltar do almoço encontro na recepção ninguém menos que Chico Landi. Conversamos rapidamente e fiquei sabendo de um carro que eles estavam preparando na oficina da fábrica de blocos, e fui ver, se não me engano, o Meta 20. O ano, tenho certeza era 72 e o mês junho, pois pouco depois voltei a encontrar o Chico numa festa junina da empresa e ele até pegou meu filho recém nascido no colo,  coisa que não se esquece.

100 Milhas IV Centenário/54

Eugênio nasceu em 19 de julho de 1932 na cidade de São Paulo.
Formado em engenharia civil, dedicou sua vida profissional à construção. É obra de sua construtora: o "Central Parque Lapa" em São Paulo e o conjunto "Jardim Satélite" em São José dos Campos SP, milhares de residências, além de muitas outras que não participei do projeto.
No automobilismo começou em julho de 1954 com 22 anos e 2 dias de idade, a bordo de um MG na categoria "Sport até 1200 cc". 

Chegada 100 Milhas do IV Centenário/54

A seguir participou da "100 Milhas de Interlagos" também em 1954, com uma Maserati/Jaguar preparada pelo Nelson Enzo Brizzi, e, é claro: 1° Lugar na categoria. Depois disso desenvolveu uma vitoriosa carreira (veja aqui).
Pilotou todo tipo de carro, Mecânica Nacional, Esporte, Carreteira e Turismo nacional em todas as categorias. Mas foi na primeira "Mil Milhas Brasileiras" que conseguiu seu grande feito: segundo lugar, em dupla com Christian "Bino" Heins a bordo de um VW/Porsche 1500cc. contra as famosas "carreteras" (principalmente as do RS) equipadas com motores de 4000, 4500cc. e mais que o dobro de potência.

Maserati4CL/Jaguar - 1956

No primeiro "500 Quilômetros de Interlagos", outro feito: como era prova de revezamento e o regulamento não proibia, inscreveu-se em dois carros, um em parceria com Godofredo Vianna Filho e no outro com Antonio Mendes de Barros (filho do então prefeito Ademar Pereira de Barros). E classificou os dois! (veja abaixo).

GP Santos Dumont/1956
Camilo, Eugênio e Gargiulo

Participou também de provas Internacionais do "World Sports Car Championship" no Mil Quilômetros de Buenos Aires, Argentina em parceria com Celso Lara Barbéris na categoria "Sports 3000", por duas vezes: 1957 e 58.
 

III Mil Milhas/59 Com "Bino"

Em 1959 participou da criação da equipe Vemag junto com Christian Heins, sob a chefia de seu amigo Jorge Lettry, quando ainda corriam sob o nome de "Serva Ribeiro". No início de 1962 com a criação da equipe Willys, chefiada por Christian Heins, Eugênio passou a competir pela marca, estreando com berlineta Willys Interlagos no “1000 Quilômetros de Brasília” de 1962, prova em que novamente participou em dois carros, abandonando com um e chegando em 8º com o outro, onde fazia dupla com Luiz Antonio Greco. 
O falecimento de seus amigos Christian Heins e Celso Lara Barberis em 1963 e mais questões familiares  levou Eugênio Martins a decidir parar de pilotar e assumir o cargo de Chefe da Divisão de Relações Públicas da Willys Overland do Brasil.

VI Mil Milhas/1961

Em 1968 abriu, com Chico Landi, a CBE (Companhia Brasileira de Empreendimentos) representante da marca BMW no Brasil. Como não podia deixar de ser, os sócios montaram uma equipe de Competição com carros BMW, não deu outra: a dupla Jan Balder e Pedro Victor de Lamare venceu a “500 Milhas da Guanabara”, e a dupla Jan Balder e Chico Landi, venceu a “500 Quilômetros de Porto Alegre”, essa equipe durou só um ano e em 1969 foi vendida para Aguinaldo de Goes que a rebatizou como CEBEM (Companhia Brasileira de Empreendimentos Mercantis). Mas Eugênio não se afastou do automobilismo: Chico Landi, com um carro Opala da nova equipe de Eugênio Martins venceu a prova Governador Paulo Pimentel para carros nacionais e realizada no aniversário de Curitiba /PR. A primeira vitória dos Opalas. Nunca abandonou totalmente o automobilismo, continuou sempre colaborando com vários pilotos e equipes, mas uma doença o derrotou em 1° de março de 2005 com quase 73 anos de idade. 
Veja também uma homenagem do site Speedonline à este piloto.

Quatro momentos das "Mil Milhas Brasileiras" de 1956
2° Lugar com sabor de vitória - Dupla com Christian "Bino" Heins

Principais participações em provas (Com a colaboração de Napoleão Ribeiro)

11/07/1954 - 1ª Etapa do Campeonato Paulista - Interlagos/SP - MG -
4º Lugar na geral e 2º na cat. Sport até 1250 cc
28/11/1954 - 100 Milhas do IV Centenário - Interlagos/SP - Maserati4CL/Jaguar - 3º Lugar na geral e 1º na MN
11/12/1955 - Prova Prefeitura de São Paulo - Turismo -
Interlagos/SP - Simca - 1º Lugar
08/04/1956 - Temporada do Automóvel Clube do Brasil -
Interlagos/SP - Maserati4CL/Jaguar - 2º Lugar na geral e 1º na MN 12/08/1956 - I Prêmio Benedicto Lopes - Interlagos/SP - Maserati4CL/Jaguar - 1º Lugar - Melhor volta
29/09/1956 - Prova do 49° Aniversário do ACB - Interlagos/SP - Maserati4CL/Jaguar - MN - Quebra
24/11/1956 - I Mil Milhas Brasileiras -
Interlagos/SP - Com Christian Heins - VW/Porsche 1500 cc. - 2º Lugar
16/12/1956 - Prêmio Santos Dumont - Mec. Nac. - Interlagos/SP - Maserati4CL/Jaguar - 1º Lugar - Melhor volta
20/01/1957 - Mil Quilômetros Ciudad de Buenos Aires - ARG - Autodr. Costaneva Norte - Com Celso Lara Barbéris - Ferrari 750 Monza n° 38 - Acidente na volta 92 na 6ª colocação - Pelo número de voltas: 13° Lugar na geral e 5° na Cat. Sports 3000
07/09/1957 - I 500 Quilômetros de Interlagos/SP - Com Godofredo Vianna Filho - Ferrari/Studebaker 4200 cc - 3º Lugar
Como era uma prova de revezamento participou dessa prova em dois carros, e os dois classificaram.
07/09/1957 - I 500 Quilômetros de Interlagos/SP - Com Antônio Mendes Barros - Maserati/Ford Edelbrock 3.800 cc
- 4º Lugar
23/11/1957 - II Mil Milhas Brasileiras - Interlagos/SP - Com Ciro Cayres - DKW Vemag - AB
26/01/1958 - Mil Quilômetros Ciudad de Buenos Aires - ARG - Com Celso Lara Barbéris - Ferrari 750 Monza n° 24 - desistência: motor na volta 57 - Pelo número de voltas: 14° Lugar na geral e 6° na Cat. Sports 3000
07/09/1958 - II 500 Quilômetros de Interlagos/SP - Com Antônio Mendes Barros - Maserati/Corvette - 20º Lugar
Não terminou a corrida, classificação pelo número de voltas Completadas.
22/11/1958 - III Mil Milhas Brasileiras - Interlagos/SP - Com Antônio Mendes Barros - Carreteira/Ford -
AB
21/11/1959 - IV Mil Milhas Brasileiras - Interlagos/SP - Com Christian Heins - DKW Vemag nº 18 - 981cc - AB  
17/01/1960 - GP Cidade do Rio de Janeiro - Barra da Tijuca/RJ - DKW Vemag -
4º Lugar na geral e 2º na Turismo até 1300.
10/01/1960 - II Etapa do Torneio Sul-americano - Interlagos/SP - DKW Vemag - 5º Lugar na geral e 3º Turismo até 1300.
13/03/1960 - II Circuito de Piracicaba/SP - DKW Vemag -
10º Lugar
23/04/1960 - I G. P. Juscelino Kubitschek - Eixo Rodoviário Sul - Brasília/DF - DKW Vemag - Carros nacionais até 1300 cc - 1º Lugar   -   Foram realizadas três provas nesse dia, participou de duas.
23/04/1960 - I G. P. Juscelino Kubitschek - Eixo Rodoviário Sul - Brasília/DF - DKW Vemag - Esporte e Mecânica Nacional -
8º Lugar e  5º na T- 1.3
12/06/1960 - Prova ACB - Interlagos/SP - DKW Vemag - 6º Lugar na geral e 2º na Turismo até 1300.
03/07/1960 - 24 Horas de Interlagos - GEIA - SP - Com Christian Heins - DKW Vemag n° 18 -
7º Lugar na geral e 2º T- 1.3
07/1960 - I Circuito do Estado da Guanabara - Barra da Tijuca/RJ - Renault Dauphine - 2º Lugar
26/11/1960 - V Mil Milhas Brasileiras - Interlagos/SP- Com Bird Clemente - DKW Vemag -
AB
14/01/1961 - Preliminar do Torneio Sul-Americano - Interlagos/SP - DKW Vemag - 1º Lugar
03/06/1961 - 24 Horas de Interlagos/SP - Com Álvaro Varanda - FNM/JK 2000 nº 1 - 1.975cc -
2º Lugar
23/04/1961 - Prêmio Aniversário de Brasília/DF - FNM/JK 2000 - 1.975cc - 2º Lugar
14/05/1961 - Circuito de Piracicaba/SP - Turismo 1300 cc - DKW Vemag -
9º Lugar
26/11/1961 - VI Mil Milhas Brasileiras - Interlagos/SP- Com Aguinaldo de Goes Filho - FNM/JK 2000 nº 23 - 1.975cc - 11º Lugar
25/01/1962 - 12 Horas de Interlagos/SP - Com Roberto Gallucci - FNM/JK 2000 nº 47 - 1.975cc -
AB
29/04/1962 - Mil Quilômetros de Brasília/DF - Com Rodolfo Olival Costa - Willys Interlagos nº 12 - AB
Nessa prova novamente participou em dois carros.
29/04/1962 - Mil Quilômetros de Brasília/DF - Com Luiz Antônio Greco - Renault Dauphine -
8º Lugar na geral e 1º na categoria
20/05/1962 - Festival Automobilístico ACESP - Interlagos/SP - Willys Interlagos - 3º Lugar na geral e 2º na categoria
10/06/1962 - Quilômetro de Arrancada - Rio de Janeiro/RJ - Renault Gordini - 845cc -
2º Lugar
10/03/1963 - 12 Horas de Interlagos/SP - Com Chico Landi - FNM/JK 2000 - 1975cc - AB


VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA
ou
VOLTAR À PÁGINA INICIAL