Uma visão dos nossos históricos anos sessenta e um pouco antes

Voltar  para  Página Inicial

Ir  para  "Lendas e histórias"

Pilotos:
Agnaldo de Goes Aldo Costa Alfredo Santilli Amauri Mesquita Antonio C. Aguiar Arlindo Aguiar Aroldo Louzada Bica Votnamis
Bird Clemente Bob Sharp Breno Fornari Caetano Damian Camillo Christofaro Carlos Sgarbi Catharino Andreatta Celso L. Barberis
Christian Bino Heins Ciro Cayres Domingos Papaleo Eduardo Celidonio Emerson Fittipaldi Emilio Zambelo Ênio Garcia Eugênio Martins
Francisco Lameirão Fritz D'Orey Graziela Fernandes Haroldo Vaz Lobo Henrique Casini Jan Balder Jaime Pistili Jayme Silva
José Tôco Martins Júlio Andreatta Luiz A. Margarido Luiz Carlos Valente Luiz Pereira Bueno Luiz Valente Marinho Nicola Papaleo
Nilo de Barros Vinhaes Norman Casari Orlando Menegaz Nastromagario Pedro C. Pereira Piero Gancia Raphael Gargiulo Ricardo Rodrigues de Moraes
Roberto Gallucci Roberto Gomez Salvador Cianciaruso Toninho Martins Victorio Azzalin Vitório Andreatta Waldemar Santilli Zoroastro Avon
Preparadores e/ou construtores:
Anísio Campos Jorge Lettry Miguel Crispim Nelson Brizzi Toni Bianco Victor Losacco    
Pioneiros:
Ângelo Juliano Benedicto Lopes Chico Landi Chico Marques Gino Bianco Hermano da Silva Ramos Irineu Correa João R. Parkinson
Manuel de Teffé Nascimento Junior Norberto Jung Sylvio A. Penteado Villafranca      

 

Página acrescentada em 24 de março de 2007.  Atualizada em novembro de 2020.
 

Emílio Zambello
(Zambello Virgínio)
por Paulo Roberto Peralta

2006

Nasceu na cidade de Pádua (Padova) no norte da Itália em 6 de novembro de 1926.
No pós-guerra (2a Guerra) trabalhava com compra e venda de motocicletas, a maioria sobras de guerra, inglesas, que os americanos deixaram na Europa. Na Itália ainda participou de corridas de bicicleta e depois de motocicletas.
Sua vinda para o Brasil foi acidental, estava em Estocolmo (Suécia) quando foi convidado a integrar a tripulação de uns navios que haviam sido comprados por uma empresa de cabotagem brasileira, aceitou e aqui chegando resolveu ficar, afinal o Brasil era um país promissor, cheio de oportunidades. Veio sozinho e aqui desembarcou no dia 2 de janeiro de 1950, aos 23 anos, procurou então por um padre amigo de sua cidade (Padre Romano Bevilacqua) que já estava aqui e que o ajudou muito, logo conseguiu trabalho na Atlantic (distribuidora de derivados de petróleo) como coordenador de tráfego, nessa atividade ficou conhecendo outro italiano, Ruggero Peruzzo, que trabalhava em uma oficina Land-Roover na Av. Presidente Wilson, no Bairro do Ipiranga e era um bom mecânico.

Propaganda em jornais dos anos 50

Criaram uma forte amizade e em fins de 1951 (já com 25 anos) os dois compraram uma oficina na Av. Senador Queiroz esquina com a Rua 25 de Março, centro de São Paulo, que chamaram de “Garage Fulgor”, o Peruzzo cuidava da parte mecânica e Zambello de comprar peças, da parte comercial enfim, e assim conheceu Angelo Juliano que tinha uma loja de peças na Av. São João e este indicou para sua oficina pilotos de competição como Celso Lara Barberis, Ico Ferreira, Godofredo Viana Filho, entre outros. Passaram a preparar os carros e Zambello experimentando os carros em Interlagos percebeu que seu tempo era igual ao dos pilotos, e então pensou: ”- Vou começar a correr.”
Mas antes, em 1953, casou-se aos 26 anos com Dna. Dirce, brasileira filha de portugueses, e tiveram três filhos: Rita, Silvio e Sergio.
Prepararam na oficina um Fiat 600 com que Zambello começou a correr em 1954 com pouco mais de 27 anos, fez 3 corridas com esse carro e depois passou para Simca e Fiat com motores de 1100 e 1200cc.
Para o campeonato de 1957 desenvolveram uma carretera Fiat “Fulgor” que se tornou o “bicho-papão” na categoria T-2.0.
Para a “II Mil Milhas Brasileiras” trouxe um cabeçote “Stanguelini” da Itália e participou pela primeira vez em dupla com o Peruzzo. Chegaram em 10º lugar. Em 57 foram seis provas no total, senda a Mil Milhas o pior resultado, nas outras foram duas em 5º e três em 2º lugar..
Zambello começou a correr escondido dos pais, que ficaram na Itália e só descobriram através de uma revista italiana que publicou matéria sobre sua carreira aqui no Brasil.

Em 1957 abriu, também em sociedade com Peruzzo, a loja “Auto Peças Fulgor”, na Rua Jesuíno Pascoal, perto da oficina do Comino, preparador de carburadores Weber, então ele ficava na loja e Peruzzo na oficina com o Giuseppe Perego e Vitório, irmão de Zambello que também veio para o Brasil depois dele.

1957 - Com o amigo Luiz Américo Margarido 1958 - Prova Crônica Esportiva 1958 - GP Cinquentenário da Imigração Japonesa 1958 - Mil Milhas Brasileiras

1958, fez sete provas e a  dupla com Peruzzo se repetiu na prova “II 500 Quilômetros de Interlagos”, dessa vez ao volante de uma Cisitália 202 com preparação “Fulgor”, 1º lugar na categoria MN-2.0. A dupla correu também a "III Mila Milhas Brasileiras" mas a bordo do Fiat Stanguelini, 21º lugar.

1959 participou de quatro provas, sempre com bons resultados, terninou o ano correndo a "IV Mil Milhas Brasileiras" novamente em dupla com Ruggero Perauzzo, mas num Simca 1221cc. (5º lugar).

1960  foram três provas com o Fiat/Fulgor de 1.089cc, com resultados medianos, terminou o anos participando novamente em dupla com Ruggero Peruzzo da "V Mil Milhas Brasileiras" (16º lugar)

1961 - Chegada do 500 Quilômetros, as duas Maseratis cruzando juntas

1961, para o “IV 500 Quilômetros de Interlagos“ Zambello comprou uma Maserati 450S (4500cc), carro único na América do Sul que havia sido comprada pelo carioca Henrique Casini, e quando quebrou o motor a vendeu. Zambello foi à Itália e conseguiu um motor novo através de Guerino Bertone, mecânico da fábrica Maserati, o carro era um foguete.
Correram, Zambello, Peruzzo e Celso Lara Barberis dividindo dois carros, a Maserati 450S, da Garagem Fulgor, que venceu a prova e uma Maserati 300S, emprestada por José Gimenez Lopes que estava adoentado e não pode correr, a 300S chegou em 3º, só perdeu o 2º lugar por causa das paradas para troca de pilotos, Aguinaldo de Góes Filho chegou em 2º e correu sozinho.
A prova seguinte em 1961, “VI Mil Milhas Brasileiras”, foi sua primeira corrida com Alfa-Romeo, fez dupla com Peruzzo ao volante de uma Giulietta TISS 1.570cc, chegaram em 15º lugar.
A partir de então usava sempre Alfa Romeo ou FNM/JK 2000, que era um carro fabricado no Brasil sob licença Alfa Romeo,

1962, nos treinos da “I 12 Horas de Interlagos”, Giuseppe Perego lhe apresentou um italiano, Piero Gancia, que estava interessado em participar da prova com sua Alfa Giulietta, mas precisava de um parceiro, como Zambello já estava inscrito com Peruzzo, o apresentou à Celso Lara Barberis que relutou um pouco em aceitar, mas aceitou.
A partir daí nasceu uma grande amizade entre os dois italianos que rendeu muitas parcerias ao volante de Alfas, sendo a primeira na “I 500 Milhas de Interlagos” com um FNM/JK 2000, mas por falhas mecânicas abandonaram. Antes dessa prova havia feito outras 4, todas com o FNM/JK 2000

1963 fez sete corridas, todas com resultados bons ou razoáveis, na ultima prova do ano, "II 500 Milhas de Porto Alegre" (RS) fez dupla com Marivaldo Fernandes ao volante de um Willys Interlagos na sua única corrida com um carro não italiano.
Por essa época vendeu sua parte na “Auto Peças Fulgor” para Peruzzo e abriu em 1964, em sociedade com o amigo Piero, a Jolly Automóveis, concessionária e importadora Alfa-Romeo. A loja foi aberta na Rua Frederico Steidel no Bairro de Sta. Cecília e passaram a importar os modelos Giulia Super, Giulia TI, GTV 1600, depois a 1750, logo depois passaram a importar Ferrari também.
“- Aí fomos em frente, até 1975, quando o Delfin Neto proibiu a importação de carros, aí acabou nossa folia.”, relembra Zambello.
No mesmo ano (64) os dois criaram a equipe Jolly-Gancia, com Peruzzo e Perego trabalhando de preparadores. Essa equipe marcou época no automobilismo brasileiro dos anos 60, além de Zambello e Piero, vários pilotos guiaram os carros da equipe, Marivaldo Fernandes, Ubaldo César Lolli, Chiquinho Lameirão, Abílio Diniz, José Carlos Pace, Wilsinho Fittipaldi e muitos outros.

1964 - GP Roge Ferreia 1964 - Prova Constantino Cury - Classica foto da disputa entra Zambello_x Caetano Damiani 1965 - 3 Horas de Velocidade
Emilio Zambelo na Alfa Romeo Giulia TI
 
1966 - III 24 Horas de Interlagos - Largada na pole

De todas suas participações em corridas Zambello diz que as que mais marcaram foram:
II"I 24 Horas de Interlagos” em maio de 1966, quando ao volante de uma Giulia venceu em parceria com Ubaldo César Lolli e também a inauguração do Autódromo de Pinhais (PR) na,prova “4 Horas de Curitiba” em outubro de 1967, foi o primeiro vencedor nessa nova pista.
“IV 500 Quilômetros de Interlagos” em 1961 também é uma boa lembrança, com Peruzzo e Celso, e dividindo dois carros, venceram com um e tiraram 3º lugar com o outro.
“VI Mil Quilômetros de Brasília” em abril de 1970, marcou não tanto pela vitória, mas sim da forma como aconteceu. A prova começaria à meia-noite, mas começou com 03h15m de atraso, a cronometragem estava desorganizada, chovia, houve muitas quebras, mas sua Alfa, seguida de um Puma, seguia firme, até que ao meio-dia, com pouco mais de 800 Km percorridos foi dada a bandeirada para o Puma, uma volta atrasado mas declarado vencedor com a explicação que o seguro da prova vencia ao meio-dia e não podiam continuar sem seguro.
A classificação estava toda errada, e na confusão formada Zambello e Marivaldo recusaram-se a subir no pódio. Várias equipes protestaram inclusive a Jolly-Gancia, e após uma demorada revisão nos mapas da corrida, foram finalmente declarados vencedores, mas aí o secretário da C.B.A. fez uma declaração infeliz:
“- Como o Da Matta e o Clovis já receberam os prêmios ficam com eles, mas os pontos do campeonato são de Zambello e do Marivaldo.”  Foi sua última vitória (na geral),

Ainda em 1970 fez sua última parceria com o amigo Piero Gancia, ao volante de um FNM/JK 2000e chegaram em 5º lugar na geral da prova “IV 24 Horas de Interlagos”, e foi no “XII 500 Quilômetros de Interlagos” em 1971 que ele encerrou sua carreira de piloto, aos 45 anos e depois de mais de uma centena de provas pelo Brasil inteiro. Abílio Diniz não podendo fazer dupla com seu irmão Alcides que estava doente convidou Zambello, e no último dia de treinos Abílio apareceu com o joelho machucado, ao que Zambello diz:
“- Não tem problema, que cosa, corro sozinho.”
Correu sozinho, e foi sua despedida, porque pouco depois proibiram os carros importados de participarem das corridas e aí Zambello que só corria de Alfa importada disse para o amigo e sócio Piero:
“- Acabou, tá liquidado.”

Oscar Malzoni, Presidente da ACESP premia
Piero Gancia e Emilio Zambello
Data ignorada, depois de 1962 quando Piero começou

1972 - Emilio com Luiz Valente e Marivaldo Fernandes 2018 - Evento em Interlagos
Com Alex Dias Ribeiro e Bird Clemente contemporâneo de corridas

Em 1972 o campeonato de carros turismo, Divisão 3, foi limitado à carros brasileiros. As Alfas não podiam mais correr nas provas de turismo. A Jolly ainda participou do “XIII 500 KM de Interlagos” em 1972 para carros esportes com uma Alfa T33, pilotada por Marivaldo Fernandes, mas no fim do ano os carros estrangeiros de competição foram proibidos de correr no Brasil.
Parou de correr, a equipe acabou, mas a Jolly Automóveis continuou, abriram filiais: Av. Sumaré, Av. Miruna, e em 1974 compraram uma fábrica de rodas de alumínio que rebatizaram de “Metalúrgica Jolly”, ambos eram sócios na Concessionária e na Metalúrgica, isso até 1987 quando dividiram, Zambello ficou com a Metalúrgica Jolly, até 1993 quando a vendeu, e Piero ficou com a concessionária Jolly Automóveis.

Eleito vice-presidente do Automóvel Clube Paulista em 1990 na chapa de Ângelo Juliano, assumiu a presidência quando este faleceu em 1993 e foi sendo reeleito seguidamente até 2014 quando faleceu. Zambello
resgatou a tradicional prova “500 Quilômetros de Interlagos”, que por problemas diversos, inclusive a crise do petróleo, estava sem ser realizada desde 1974, houve nesse período uma edição em 1982 e depois só a partir de 1997 já sob o comando de Zambello. A  prova "500 Quilômetros de Interlagos" completou em 2007 50 anos.

Emilio Zambello faleceu em 15 de janeiro de 2014 aos 88 anos em São Paulo.

 

Participações em provas (com a colaboração de Napoleão Ribeiro)  

16/05/1954 - Preparatória do Camp. Paulista - Interlagos/SP - Fiat 600 633cc - 8º na geral e 2º na T-750
11/07/1954 - Camp. Paulista - 1ª Etapa - Interlagos/SP - Fiat 600 633cc nº 13 - 4º na geral e 1º na T-1.2
15/08/1954 - Camp. Paulista - 2ª Etapa - Interlagos/SP - Fiat 600 633cc - 9º na geral e 4º na T-1.2
11/12/1955 - II Prova Prefeitura de São Paulo - Interlagos/SP - Simca 1.221cc - 2º na geral e 2º na T-1.3
04/03/1956 - VI Circuito do Maracanã/RJ - Fiat 1100 1.089cc nº 27 - 4º na geral e 4º na T-1.3
08/04/1956 - Abertura da Temporada do ACB - Interlagos/SP - Fiat 1100 1.089cc nº 27 - 5º na geral e 3º na T-1.3
17/06/1956 - 2 Horas de Velocidade - Aniversário do Centauro - Interlagos/SP - Simca 1.221cc nº 27 - 6º na geral e 3º na SP-2.0
12/08/1956 - Prêmio Benedicto Lopes - Interlagos/SP - Simca 1.221cc nº 27 - 3º na geral e 2º na T-2.0
07/09/1956 - I Prêmio Juscelino Kubitischek - Eng, Passos/RJ-Caxambu/MG - Fiat 1100 1.089cc nº 27 - 5º na geral e 1º na T-2.0
14/09/1956 - Prova 49° Aniversário do ACB - Interlagos/SP - Simca 1.221cc nº 27 - 3º na geral e 3º na TFL-2.0
11/11/1956 - I Circuito de Volta Redonda/RJ - Fiat 1100 1.089cc nº 27 - 7º na geral e 3º na T-2.0
16/12/1956 - Prêmio Santos Dumont - Interlagos/SP - Ferrari 250MM 2.953 nº 2 - 5º na geral e 5º na SP+2.0
23/06/1957 - III Prova Cinqüentenário do ACB - Interlagos/SP - Fiat Fulgor 1.089cc nº 13-A - 5º na geral e 1º na T-2.0
25/08/1957 - IV Prova Cinqüentenário do ACB - Interlagos/SP - Fiat Fulgor 1.089cc nº 13-A - 5º na geral e 1º na T-2.0
15/09/1957 - IV Prova Rio/Caxambu - Eng, Passos/RJ-Caxambu/MG - Fiat Fulgor 1.089cc nº 13 - 2º na geral e 1º na T-2.0
20/10/1957 - V Prova Cinqüentenário do ACB - MN - Interlagos/SP - Fiat Fulgor 1.089cc nº 13-A - 2º na geral e 1º na T-2.0
23/11/1957 - II Mil Milhas Brasileiras - Interlagos/SP - Fiat Stanguelini 1.089cc nº 46 - C/Ruggero Peruzzo - 10º Lugar
30/11/1957 - VI Prova Cinqüentenário do ACB - TFL - Interlagos/SP - Fiat Fulgor 1.089cc nº 13-A - 2º na geral e 1º na T-2.0
23/02/1958 - Prova Crônica Esportiva Paulista - Interlagos/SP - Fiat 1100 Fulgor 1.089cc nº 13-A - 2º na geral e 1º na T-2.0
16/03/1958 - VI Circuito de Petrópolis/RJ - Fiat 1100 Fulgor 1.089cc nº 13-A - 2º na geral e 1º na T-2.0
20/04/1958 - Campeonato Paulista 2ª Etapa - TFL - Interlagos/SP - Fiat 1100 Fulgor 1.089cc nº 13-A - 3º na geral e 1º na T-2.0
22/06/1958 - GP Cinqüentenário da Imigração Japonesa - Interlagos/SP - Fiat 1100 Fulgor 1.089cc nº 13-A - 4º na geral e 2º na T-2.0
07/09/1958 - II 500 Quilômetros de Interlagos/SP - Cisitália 202 Fulgor 1.221cc nº 27-A - C/Ruggero Peruzzo - 7º na geral e 1º na MN-2.0
22/11/1958 - III Mil Milhas Brasileiras - Interlagos/SP - Fiat Stanguelini 1.089cc nº 36 - C/Ruggero Peruzzo - 21º Lugar
30/11/1958 - Prova Prefeito Ademar de Barros - Interlagos/SP - Fiat Stanguelini 1.089cc nº 36 - 6º na geral e 4º na T-2.0
30/05/1959 - I Prova Pedro Santalucia - Interlagos/SP - Fiat Fulgor 1.089cc nº 13-A - ND
04/07/1959 - I Prova Presidente do ACB - MN - Interlagos/SP - Fiat Fulgor 1.089cc nº 13-A - 3º na geral e 1º na T-2.0
18/10/1959 - III Circuito de Poços de Caldas/MG - Fiat Fulgor 1.089cc nº 13-A - 2º na geral e 2º na T-2.0
21/11/1959 - IV Mil Milhas Brasileiras - Interlagos/SP - Simca 1.221 nº 36 - C/Ruggero Peruzzo - 5º Lugar
10/01/1960 - Preliminar do Torneio Sulamericano - Interlagos/SP - Fiat Fulgor 1.089cc nº 13-A - 7º na geral e 4º na T-2.0
13/03/1960 - Prova Humberto D’Abrozo - II Circuito de Piracicaba/SP - Fiat Fulgor 1.089cc nº 13-A - 7º na geral e 4º na T-2.0
26/11/1960 - V Mil Milhas Brasileiras - Interlagos/SP - Fiat Fulgor 1.089cc nº 36 - C/Ruggero Peruzzo - 16º Lugar
14/01/1961 - Preliminar do Torneio Sulamericano - Interlagos/SP - Fiat Fulgor 1.089cc nº 13 - 6º na geral e 4º na T-2.0
07/09/1961 - IV 500 Quilômetros de Interlagos/SP - Maserati 450S 4.454cc nº 27 - C/Ruggero Peruzzo/Celso Lara Barberis - 1º Lugar
07/09/1961 - IV 500 Quilômetros de Interlagos/SP - Maserati 300S 2.993cc nº 28 - C/Ruggero Peruzzo/Celso Lara Barberis - 3º Lugar
25/11/1961 - VI Mil Milhas Brasileiras - Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulietta TISS 1.570cc nº 16 - C/Ruggero Peruzzo - 15º Lugar
25/01/1962 - 12 Horas de Interlagos/SP - FNM 2000 JK 1.975cc nº 55 - C/Ruggero Peruzzo - 2º na geral e 2º na T+1.3
07/04/1962 - I Prêmio Aniversário ACESP - Interlagos/SP - FNM 2000 JK 1.975cc nº 55 - T+1.3 - DQ
29/04/1962 - I Mil Quilômetros de Brasília - Trampolim do Eixo/DF - FNM 2000 JK 1.975cc nº 55 - C/Ruggero Peruzzo - ND
02/09/1962 - I 3 Horas de Velocidade Interlagos/SP - FNM 2000 JK 1.975cc nº 55 - 5º na geral e 1º na T-2.0
08/12/1962 - I 500 Milhas de Interlagos/SP - FNM 2000 JK 1.975cc nº 25 - C/Piero Gancia - T-2.0 - ND
10/03/1963 - II 12 Horas de Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulietta TISS 1.290cc nº 25 - C/Piero Gancia/ Ruggero Peruzzo /Guilherme Eugênio/Waldir Ferreira - 14º na geral e 7º na T-1.3
10/03/1963 - II 12 Horas de Interlagos/SP - FNM 2000 JK 1.975cc nº 28 - C/Felice Albertine/Ruggero Peruzzo - T+1.3 - DQ 
30/06/1963 - II Prêmio Aniversário ACESP - Interlagos/SP - FNM 2000 JK 1.975cc nº 28 - 2º na geral e 2º na TFL
25/08/1963 - II Circuito de Araraquara/SP - Grupo III - FNM 2000 JK 1.975cc nº 28 - 7º na geral e 1º na T-2.0
13/10/1963 - I 100 Milhas de Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulietta SV 1.290cc nº 28 - 5º na geral e 2º na T-1.3
10/11/1963 - I 1500 Quilômetros de Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulietta TISS 1.290cc nº 25 - C/Piero Gancia - 2º na geral e 2º na T-1.6
14/12/1963 - II 500 Milhas de Porto Alegre/RS - Willys Interlagos 998cc nº 45 - C/Marivaldo Fernandes - 5º na geral e 5º na T-1.3
08/03/1964 - GP Rogê Ferreira - Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulietta TISS 1.570cc nº 25 - 3º na geral e 3º na TFL
14/03/1964 - Prova Amilcar Laurindo Ribas - Grupo III - Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulietta TISS 1.570cc nº 25 - T+1.3 - ND
26/04/1964 - Prêmio Constantino Cury - Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 28 - 1º na geral e 1º na TFL
10/05/1964 - I 3 Horas da Barra da Tijuca/RJ - Alfa Romeo Giulietta TISS 1.570cc nº 25 - 4º na geral e 2º na T+1.3
24/05/1964 - II 12 Horas de Brasília/DF - Trampolim do Eixo - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 28 - C/Piero Gancia - 6º na geral e 3º na T+1.3
19/07/1964 - I 6 Horas de Velocidade - Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 28 - C/Piero Gancia - 2º na geral e 1º na  T-1.6
26/07/1964 - III 100 Milhas da Guanabara/RJ - Barra da Tijuca - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 28 - 3º na geral e 1º na T+1.3
30/08/1964 - III 3 Horas de Velocidade - Interlagos/SP - Alfa Romeo GTZ 1.290cc nº 25 - C/Piero Gancia - 5º na geral e 3º na T-1.3
07/09/1964 - VII 500 Quilômetros de Interlagos/SP - Alfa Romeo GTZ 1.290cc nº 25 - C/Piero Gancia - 21º na geral e 15º na T-1.3
10/10/1964 - Prêmio Simon Bolivar - Interlagos/SP - FNM 2000 JK 1.975cc nº 25 - C/Piero Gancia - 7º na geral e 3º na T+1.6
27/03/1965 - II 1600 Quilômetros de Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulietta TISS 1.570cc nº 25 - C/Piero Gancia - 5º na geral e 4º na T-1.6
26/04/1965 - III 12 Horas de Brasília - Trampolim do Eixo/DF - Alfa Romeo GTZ 1.290cc nº 25 - C/Piero Gancia - 17º na geral e 7º na T-1.3
23/05/1965 - III 12 Horas de Interlagos/SP - Alfa Romeo GTZ 1.290cc nº 28 - C/Piero Gancia - 3º na geral e 2º na T-1.6
20/06/1965 - II 6 Horas de Velocidade - Interlagos/SP - Alfa Romeo GTZ 1.290cc nº 28 - C/Piero Gancia - 4º na geral e 1º na T-1.6
24/07/1965 - Prova Aniversário da APVC - Interlagos/SP - Alfa Romeo GTZ 1.290cc nº 28 - 2º na geral e 2º na TFL
15/08/1965 - I GP Rodovia do Café - Curitiba-Apucarana-Curitiba/PR - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 125 - 7º na geral e 2º na T-1.6
19/09/1965 - GP IV Centenário do Rio de Janeiro/RJ - Barra da Tijuca - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 25 - 10º na geral e 3º na T+1.3
24/10/1965 - IV 3 Horas de Velocidade - Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 25 - 1º na geral e 1º na T+1.3
27/11/1965 - VII Mil Milhas Brasileiras - Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 25 - C/Marivaldo Fernandes - 5º Lugar
19/12/1965 - 250 Milhas de Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 25 - C/Piero Gancia - 6º na geral e 4º na TFL
27/02/1966 - Camp. Paulista - Grupo III - 1ª Etapa - Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 23 - 1º na geral e 1º na T+1.3
27/02/1966 - Camp. Paulista - TFL - 1ª Etapa - Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 23 - 3º Lugar
28/05/1966 - III 24 Horas de Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 25 - C/Ubaldo Cesar Lolli - 1º na geral e 1º na T+1.3
03/07/1966 - Prêmio Aniversário ACESP - Grupo V - Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 25 - 2º na geral e 2º na T+1.3
10/07/1966 - GP Governador Negrão de Lima - Jacarepaguá/RJ - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 25 - 7º na geral e 2º na T+1.3
28/08/1966 - II 3 Horas do Rio de Janeiro - Jacarepaguá/RJ - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 25 - 5º na geral e 1º na T+1.3
04/09/1966 - V 3 Horas de Velocidade - Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 23 - 21º na geral e 5º na T+1.3
02/10/1966 - Prêmio Faria Lima - Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 23 - 3º na geral e 1º na T+1.3
19/11/1966 - VIII Mil Milhas Brasileiras - Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 23 - C/Piero Gancia - AB
18/12/1966 - I Mil Quilômetros da Guanabara/RJ - Jacarepaguá - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 23 - C/Piero Gancia - 6º na geral e 1º na T+1.3
29/01/1967 - Prova Gov. Paulo Pimentel - Subida da Graciosa/PR - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 23 - 7º na geral e 1º na TE
19/03/1967 - IV 12 Horas de Interlagos/SP - Alfa Romeo GTA 1.570cc nº 23 - C/Piero Gancia - 15º na geral e 5º na T+1.3
15/04/1967 - Prêmio Aniversário do Centauro - G-5 - Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 25 - 1º na geral e 1º na T+1.3
16/04/1967 - Prêmio Aniversário do Centauro - Interlagos/SP - Alfa Romeo GTA 1.570cc nº 23 - 3º na geral e 2º na TFL
23/04/1967 - III Mil Quilômetros de Brasília/DF - Eixo Monumental - Alfa Romeo GTA 1.570cc nº 23 - C/Piero Gancia - 21º na geral e 16º na TFL
11/06/1967 - III 6 Horas de Velocidade - Interlagos/SP - Alfa Romeo GTA 1.570cc nº 23 - C/Ubaldo C. Lolli - 2º na geral e 1º na TFL
30/07/1967 - Prêmio Automobilístico de Minas/MG - Alfa Romeo GTA 1.570cc nº 23 - 1º na geral e 1º na T+1.3
06/08/1967 - VII Circuito de Piracicaba/SP - Grupo V - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 25 - 2º na geral e 2º na T+1.3
27/08/1967 - VI 3 Horas de Velocidade - Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 25 - 3º Lugar
17/09/1967 - I 500 Quilômetros de Brasília/DF - Asa Norte - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 25 - TE - ND
01/10/1967 - II 100 Milhas de Interlagos/SP - Alfa Romeo GTA 1.570cc nº 23 - 2º na geral e 1º na TE
22/10/1967 - 4 Horas de Curitiba/ PR - Autódromo de Pinhais - Alfa Romeo GTA 1.570cc nº 23 - 1º na geral e 1º na T+1.3
19/11/1967 - Subida de Montanha - Estr. Petrópolis-Teresópolis/RJ - Alfa Romeo GTA 1.570cc nº 23 - 9º na geral e 1º na T+1.3
03/12/1967 - IX Mil Milhas Brasileiras - Interlagos/SP - Alfa Romeo Giulia TIS 1.570cc nº 25 - C/Ubaldo Cesar Lolli - 12º na geral e 8º na TFL
                                Reformas em Interlagos - 1968/69
28/04/1968 - IV 3 Horas do Rio de Janeiro/RJ - Jacarepaguá - Alfa Romeo GTA 1.570cc nº 23 - 1º na geral e 1º na T+1.3
19/05/1968 - II Subida da Serra da Graciosa/PR - Alfa Romeo GTA 1.570cc nº 23 - 3º na geral e 1º na T+1.3
30/06/1968 - I 500 Milhas da Guanabara/RJ - Jacarepaguá - Alfa Romeo GTA 1.570cc nº 25 - C/Piero Gancia - 24º na geral e 8º na TM
04/08/1968 - III 500 Quilômetros da Guanabara/RJ - Jacarepaguá - Alfa Romeo GTA 1.570cc nº 23 - C/Francisco Lameirão - 1º Lugar
25/08/1968 - I 500 Quilômetros de Salvador/BA - Av. Centenário  Alfa Romeo GTA 1.750CC nº 23 - C/Piero Gancia - 1º na geral e 1º na TFL
29/09/1968 - 250 Milhas do Rio de Janeiro/RJ - Jacarepaguá - Alfa Romeo GTA 1.570cc nº 23 - 3º na geral e 2º na TM
23/03/1969 - Presid. Artur da Costa e Silva - Autódromo de Pinhais/PR - Alfa Romeo GTA 1.570cc nº 23 - 1º na geral e 1º na TM
21/04/1969 - V Mil Quilômetros de Brasília/DF - Eixo Monumental - Alfa Romeo GTA 1.570cc nº 23 - C/Francisco Lameirão - 4º na geral e 4º na TFL
29/06/1969 - IV 3 Horas da Guanabara/RJ - Jacarepaguá - Alfa Romeo GTA 1.840cc nº 23 - 22º na geral e 6º na TFL
27/07/1969 - Rodovia Presidente Kennedy - Lageado/RS - Alfa Romeo GTA 1.570cc nº 23 - 1º na geral e 1º na TFL
10/08/1969 - II 500 Quilômetros de Salvador/BA - Av. Centenário - Alfa Romeo GTA 1.840cc nº 23 - C/Wilson Fittipaldi Jr. - 2º na geral e 1º na TFL
19/10/1969 - GP do Nordeste - Autódromo de Fortaleza/CE - Alfa Romeo GTA 1.840cc nº 23 - C/Ubaldo C. Lolli - ND
13/12/1969 - III Mil Quilômetros da Guanabara/RJ - Jacarepaguá - Alfa Romeo GTA 1.570cc nº 25 - C/Abílio Diniz - 8º na geral e 2º na TFL
08/03/1970 - II 1500 Quilômetros de Interlagos/SP - Alfa Romeo GTA 1.840cc nº 25 - C/Alcides Diniz - 7º na geral e 4º na D3
22/03/1970 - Governador Paulo Pimentel - Autódromo de Pinhais/PR - Alfa Romeo GTA 1.570cc nº 27 - 1º Lugar
19/04/1970 - VI Mil Quilômetros de Brasília - Eixo Monumental/DF - Alfa Romeo GTA 1.840cc nº 27 - C/Marivaldo Fernandes - 1º na geral e 1º na D3
01/05/1970 - I Etapa do Torneio Sulamericano - Interlagos/SP - Alfa Romeo GTA 1.570cc nº 25 - C/Marivaldo Fernandes - 13º na geral e 9º na G2
03/05/1970 - 200 Milhas de Interlagos/SP - Alfa Romeo GTA 1.985cc nº 25 - C/Marivaldo Fernandes - 1º na geral e 1º na G2
24/05/1970 - IV 24 Horas de Interlagos/SP - FNM 2000 JK  2.150cc nº 25 - C/Piero Gancia - 5º na geral e 3º na T-3.0
07/09/1970 - XI 500 Quilômetros de Interlagos/SP - Alfa Romeo GTA 1.985cc nº 23 - C/Abílio Diniz - 16º na geral e 6º na D3
22/11/1970 - X Mil Milhas Brasileiras - Interlagos/SP - Alfa Romeo GTA 1.840cc nº 23 - C/Marivaldo Fernandes - D3 - AB
21/03/1971 - V 12 Horas de Interlagos/SP - Alfa Romeo GTA 1.840cc nº 23 - C/Marivaldo Fernandes - D5 - AB
07/09/1971 - XII 500 Quilômetros de Interlagos/SP - Alfa Romeo GTAm 1.985cc nº 25 - 6º na geral e 1º na D5 
(estava inscrito com Abílio Diniz, mas correu sozinho)

VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA
ou
VOLTAR À PÁGINA INICIAL