Um pouco das lendas e das histórias do automobilismo dos anos sessenta
 

Lendas e Histórias / DKW Vinhaes – O “xis” da questão / Paixão não se explica, se vive / Pneu voador / Bambino! / O caso Casini /

Lapsos de memória / E surge um piloto / Fangio e a propaganda / Landi/Bianco/JK / Carcará II / Senador / Caçador de Estrelas /

Carcará II

Nota: As fotos que ilustram esta página foram gentilmente cedidas pela  "Associação Cultural Museu do Automobilismo Brasileiro" de Passo Fundo, RS, com exceção da foto do Carcará original (1966) que foi copiada do site: www.obvio.ind.br

Em 1965 Jorge Lettry, Chefe do Departamento de Competições da Vemag, deu início à construção de um carro (streamlined) para estabelecer o primeiro recorde brasileiro de velocidade absoluta em linha reta.
E depois de 8 meses de muito trabalho em segredo, finalmente o carro desenhado por Anisio Campos e construído por Rino Malzoni em chapa de alumínio sobre um chassi de Fórmula Junior fabricado por Toni Bianco em 1962, ficou pronto e numa manhã de sol em 29 de junho de 1966, no início da BR-2 Rio-Santos (atual Av. das Américas), aquele bonito carro branco alinhou no retão da estrada ainda em construção.
Seu nome era Carcará, o pássaro que "pega, mata e come, mais coragem do que homem, o bicho que avoa que nem avião", como dizia a letra da música de Maria Bethânia.

1966 - Jorge Letry, Norman Casari,
  Anisio Campos e Rino Malzoni

O Carcará atingiu na primeira tentativa, 214,477 km/h e na segunda 211,329 km/h, obtendo a média de 212,903 km/h, foi a primeira marca brasileira e sul-americana de velocidade em linha reta de acordo com a regulamentação da FIA e homologada pela Confederação Brasileira de Automobilismo.

Em 2005 a história se repetiu, foi construído por Toni Bianco, o "Carcará II", numa iniciativa de Paulo Afonso Trevisan da "Associação Cultural Museu do Automobilismo Brasileiro" de Passo Fundo (RS), para  comemorar o aniversário do recorde estabelecido por Norman Casari ao volante do Carcará em junho de 1966.



 

Fotos do CARCARÁ II sendo concluído para os primeiros testes no autódromo de Guaporé, RS.
 


O Carcará II fez o primeiro teste em 10/02/06 no autódromo de Guaporé, RS, e a avaliação foi excelente no aspecto dirigibilidade e configuração de câmbio absolutamente inédito. A redução radical de peso dos componentes propiciou que o carro tenha apenas 450kg e que será ainda reduzido em mais uns 15kg pela troca de todo o sistema de arrefecimento e outros melhoramentos.
Mesmo com motor de pouco preparo e diferencial curto atingiu velocidades de 165/170 km/ h. 

Fotos do primeiro teste em Guaporé, RS

VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA
ou
VOLTAR À PÁGINA INICIAL